DICAS PARA SE SAIR BEM NA ENTREVISTA

Tempo de leitura: 2 minutos

  • Se você for tímido ou estiver muito ansioso, antes da entrevista, procure se alongar momentos antes de conversar com o seu recrutador;
  • Durante a entrevista, mostre-se confiante, motivado e seja verdadeiro e objetivo em suas respostas;
  • Mostre interesse;
  • Procure dar exemplos objetivos de sua experiência profissional, como por exemplos, trabalhos em equipe e foco em resultados;
  • Relembre-se e prepare-se antes da entrevista;
  • Escreva de forma objetiva, dois ou três resultados alcançados em sua última experiência profissional;
  • Repense e objetive uma resposta com o que você almeja para a sua carreira;
  • Há inúmeras maneiras de comentar sobre a sua saída de um emprego, não minta, mas não exagere na sinceridade;
  • Se estiver trabalhando, os motivos devem ser relatados como oportunidade de novos desafios, crescimento profissional e novos conhecimentos;
  • Caso tenha ficado muito tempo sem trabalho, demonstre aprendizados, cursos e trabalhos voluntários;
  • Se o entrevistador for rude com você, a palavra de ordem é ser mais moderado e flexível;
  • Quando o assunto remuneração salarial for abordado, há diferentes maneiras de colocar a questão salarial: você pode especificar a faixa salarial que almeja, pode deixar a critério da empresa de enviar uma proposta demonstrando estar aberto a conversar melhor sobre o assunto;
  • Esteja atualizado;
  • Interaja com o selecionador;
  • Ao final da entrevista, é imprescindível cumprimentar o entrevistador com um aperto de mão firme e confiante.

 PRINCIPAIS ERROS COMETIDOS

  • Chegar atrasado;
  • Despreparo;
  • Erros de português e uso de gírias;
  • Falar demais ou falar pouco;
  • Falar mal da empresa anterior;
  • Focar no salário;
  • Mentir na entrevista;
  • Discordar constantemente com o entrevistador;
  • Mostrar impaciência ou ser muito emotivo;
  • Ignorar perguntas ou mudar de assunto;
  • Contar piadas;
  • Mascar chiclete ou chupar bala;
  • Ficar olhando no relógio.

POSTURA

A postura adequada sempre é a mais discreta. Por isso, o ideal é o profissional manter-se sentado de maneira correta, não apoiar-se sobre a mesa do entrevistador, procurar deixar as suas mãos sobre o seu colo, respirar calmamente e sentir-se seguro.

EVITE:
  • Cruzar os braços, pois isso revela descontentamento;
  • Olhar para baixo, pode revelar medo e falta de confiança;
  • Segurar bolsa, caneta ou qualquer objeto, demonstra insegurança ao entrevistador;
  • Sentar-se na beirada da cadeira demonstra desconforto e vontade de ir embora;
  • Mexer braços e pernas em excesso, bem como passar a mão no cabelo toda hora, demonstra nervosismo e ansiedade;
  • Franzir a testa, pois demonstra insatisfação.
APOSTE:
  • Sentar-se no encosto da cadeira e inclinar-se um pouco para a frente, pois ficará mais seguro e relaxado;
  • Repousar os braços no apoio da cadeira;
  • Olhar nos olhos do entrevistador;
  • Sincronizar seus gestos e movimentos com o entrevistador, pois esta técnica denominada “rapport”, ajuda a criar maior sinergia e envolvimento com o outro.